Osteopatia

“O movimento é vida”

Os movimentos do nosso corpo são gerados nos músculos e conduzidos pelo esqueleto e este sistema (músculo-esquelético) representa 60% do organismo humano.

Fatores de agressão externos ou internos (stress, traumas emocionais, postura, esforços…) afetam as estruturas de suporte do corpo, o que mais tarde ou mais cedo provoca dor e altera o modo como as diferentes partes do corpo funcionam entre si.

A presença dessas alterações relaciona-se com patologias e distúrbios na função do sistema nervoso simpático, no fluxo sanguíneo, linfático, na atividade glandular e músculo- esquelética.

 

“…descobre o mal, arranja-o e deixa-o em paz…” – Andrew Taylor Still, criador da Osteopatia.

Esta terapia manual tem o objetivo de criar integridade, promover liberdade e coordenação de movimento, aumentando o fluxo sanguíneo, a drenagem de toxinas e induzir o processo de cura do corpo.

 

Cada sessão tem duração aproximada de 1 hora, onde são utilizadas técnicas manuais como massagem profunda, libertação miofascial, libertação de pontos gatilho, etc…

Em caso de restrição ou bloqueio no sistema esquelético, são utilizadas as técnicas atrás descritas bem como técnicas especiais de tecido mole e manipulativas (técnicas osteopáticas).

Quer seja atleta ou sedentário, quer tenha lesões por esforços repetitivos ou por posturas prolongadas, disfunções agudas ou crónicas, há ajuda para si…

 

Ao nascer, o Homem é suave e flexível.

Na sua morte, é duro e rígido.

Plantas verdes são tenras e húmidas.

Na sua morte, são murchas e secas.

 

Um arco rígido não vence o combate.

Uma árvore que não se curva, quebra.

O duro e o rígido tombarão.

O suave e o flexível sobreviverão.

 

Lao Tse

Tao Te Ching

(verso 76)

É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que com a ponta da espada.
...William Shakespeare